Ação conjunta deflagra “Operação Rei Momo”

A Polícia Civil de Laguna, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), com o auxílio da Delegacia de Polícia Civil da comarca e do Núcleo de Operações com Cães – NOC deflagrou, nesta data, a “Operação Rei Momo”, com o objetivo de realizar o cumprimento de 05 (cinco) ordens judiciais expedidas pelo juízo da comarca de Laguna, sendo 04 (quatro) mandados de busca e apreensão e 01 (um) mandado de prisão preventiva.

SOBRE AS INVESTIGAÇÕES:

De acordo com as investigações policiais, um conhecido fornecedor de drogas, logo ao sair do Presídio em meados de 2021, passou a realizar o fornecimento de drogas em larga escala na cidade de Laguna/SC, distribuindo e fornecendo grandes porções de cocaína a diversos outros pontos de venda na cidade.

Ainda, teria sido o responsável por ter fornecido drogas a outros dois investigados por essa Divisão, os quais acabaram inclusive cometendo graves e hediondos crimes no período de verão, em razão da dívida financeira obtida junto ao referido fornecedor, que teria passado a ameaçá-los de morte. Esses outros dois investigados também acabaram sendo presos por conta dessas outras investigações, tendo um sido indiciado por latrocínio consumado e outro por extorsão com resultado morte.

Por tal razão, policiais de Laguna, em conjunto com o Núcleo de Operações com cães, acabaram deflagrando a mencionada operação policial, que obteve êxito na apreensão de diversas porções de cocaína na residência do investigado, localizada no bairro Cabeçuda.

Foram apreendidas ainda diversas porções de cocaína enterradas em um sítio que o investigado vinha atualmente construindo, localizado no bairro Barbacena, em Laguna/SC.

O preso foi encaminhado à UPA de Laguna e permanecerá à disposição do Poder Judiciário local.

As diligências investigativas continuarão sendo realizadas e se encerrarão no prazo de 30 (trinta) dias. - Prazo de encerramento do procedimento policial.