Aluna chama polícia após ser ‘humilhada’ durante prova e diretor é detido

Foto: Polícia Militar/Divulgação/ND
Fonte: REDAÇÃO ND - JOINVILLE

Policiais deram voz de prisão e lavraram termo circunstanciado para o diretor da escola no início da noite de quinta-feira, em Jaraguá do Sul

Desavenças e discussões entre alunos e professores não são situações tão incomuns, mas em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, uma situação pontual terminou em caso de polícia.

A Polícia Militar foi acionada na noite de quinta-feira (26) por uma aluna que alegou ter sofrido constrangimento ilegal em uma escola do bairro Nova Brasília.

De acordo com o relato dela, durante a aula, o diretor da escola a abordou de forma grosseira, gritando e a humilhando, afirmando que se ela continuasse na aula da forma como estava, seria reprovada na prova.

Após a situação, ela acionou a polícia e fez registrou contra o diretor, que tem 57 anos. Os policiais deram voz de prisão ao homem e registraram um termo circunstanciado depois que ele se comprometer a comparecer em juízo para explicar o que aconteceu em sala de aula.