Always Ready jogará com reservas contra o Corinthians

Delegação do Always Ready chega ao Brasil para enfrentar o Corinthians nesta quinta-feira — Foto: Divulgação
Fonte: ge São Paulo

Técnico do time confirmou que utilizará os suplentes na rodada final da Libertadores por conta de partida decisiva pelo Campeonato Boliviano no fim de semana

Rival do Corinthians nesta quinta-feira, às 21h, Na Neo Química Arena, em jogo decisivo pela Libertadores, o Always Ready dará prioridade ao Campeonato Boliviano. No próximo domingo, o time enfrenta o Palmaflor pela semifinal da competição.

Por conta disso, Eduardo Villegas, técnico da equipe, confirmou que usará jogadores reservas diante do Timão. O time já está eliminado na Libertadores.

Entre os que não viajaram para o Brasil, estão quatro titulares da vitória do Always Ready contra o Corinthians na Bolívia: o goleiro Arnaldo Giménez, o lateral-esquerdo Jorge Flores, o meia e ex-Timão Juan Carlos Arce e o atacante Marcos Riquelme. O lateral-direito Enoumba e o zagueiro Cabrera estão suspensos.

– Sim, temos que cumprir tabela. O jogo não interfere para nós, mas temos que cumprir e vamos tentar fazer da melhor maneira. Vamos usar jogadores reservas do clube, e vai ser importante para nós e para eles jogarem essa partida – disse o treinador em entrevista à Always Ready TV.

Com quatro pontos em cinco partidas, os bolivianos já não conseguem mais brigar pela classificação ou por uma vaga na Sul-Americana – veja a tabela completa da Libertadores.

Já para o Corinthians, além de uma revanche pela derrota na Bolívia, a partida desta quinta-feira vale vaga nas oitavas de final da competição. Veja o que o Timão precisa fazer para se classificar:

  • Vitória do Corinthians: classificação garantida; primeiro lugar dependeria de empate ou derrota do Deportivo Cali, ou ainda de uma vitória dos colombianos por três gols a menos que a vitória do Timão;
  • Empate do Corinthiansclassificação garantida em segundo;
  • Derrota do Corinthians: classificação em risco; derrota simples, somada a um empate na Argentina, classificaria o Timão pelo saldo de gols; vitória dos colombianos também garantiria o segundo lugar; vitória do Boca levaria a definição da vaga entre Corinthians e Deportivo Cali ao saldo de gols.