Brasil goleia Coreia do Sul em primeiro amistoso pré-Copa

Lucas Figueiredo/CBF

Na manhã desta quinta-feira, 2, a seleção brasileira venceu a Coreia do Sul por 5 a 1, começando a rodada de amistosos na data Fifa com direito a goleada. Em Seul, capital sul-coreana, na primeira partida preparatória para a Copa do Mundo de 2022. O destaque do jogo foi o atacante Neymar, que marcou dois gols e chegou a 73 bolas na rede com a Amarelinha. O craque fica a quatro gols de igualar a marca do Rei Pelé.

Início do jogo dominado pela seleção brasileira. O “pombo”, Richarlison fez 1 a 0 aos três minutos de bola rolando, mas a arbitragem marcou corretamente o impedimento do centroavante brasileiro. Sendo assim, ele não se abalou e fez questão de balançar a rede aos seis minutos após desviar a finalização de Fred. 1 a 0 para a Seleção.

Ao decorrer do jogo, a Coreia do Sul começou a gostar da partida e obrigou o goleiro Weverton, do Palmeiras a fazer grandes defesas no primeiro tempo. Mas uma finalização de Hwang Ui-Jo, aos 31 minutos, foi indefensável. O atacante coreano limpou Thiago Silva no giro de corpo e bateu no canto direito empatando o confronto.

Os outros dois gols do Brasil foram em jogadas praticamente idênticas. Alex Sandro sofreu pênalti e Neymar foi para a cobrança. Resultado? Goleiro de um lado, bola do outro. E a seleção brasileira fez o segundo, aos 42 do primeiro tempo, e o 3 a 1, aos 12 do segundo. Ainda deu para o Philippe Coutinho fazer o quarto aos 34 e Gabriel Jesus, fazer o quinto nos acréscimos.

Com o resultado, a seleção brasileira chegou à sua quarta vitória consecutiva sob o comando do técnico Tite e chegou ao 12º jogo de invencibilidade. A última derrota foi para a Argentina, por 1 a 0, em julho do ano passado, na final da Copa América de 2021, no Maracanã.

Após a vitória sobre a Coreia do Sul, o Brasil já viaja ao Japão nesta sexta-feira, 3, onde encara a seleção japonesa na próxima segunda-feira, 6, às 7h20 (horário de Brasília). A partida será a última na data Fifa de junho, já que o amistoso contra a Argentina em Melbourne, na Austrália, foi cancelado.

Com informações da band