Carlos Moisés autoriza nova ponte no Siriú e pavimentação de ruas em Garopaba

Fotos Julio Cavalheiro / Secom

É mais que interligar e encurtar distâncias. A construção da nova ponte em Siriú, autorizada pelo governador Carlos Moisés nesta segunda-feira, 18, em Garopaba, será um marco para o desenvolvimento do turismo, vocação econômica do município cercado por mar, dunas e belezas naturais. A obra vai deixar para trás problemas provocados pelo trânsito pesado, rotina que moradores como Lenoar Araújo enfrentam há décadas e que piora no verão, com a chegada de turistas. Além da ponte, o governador também autorizou repasses para a pavimentação de ruas. Os investimentos somam R$ 12,3 milhões.

A melhora na infraestrutura local será reforçada com a pavimentação de outras quatro rodovias municipais. Para as obras, o Estado vai repassar mais de R$ 8 milhões do Plano 1000 para asfaltar a Nicolau Manoel de Abreu, João Venâncio, a Luiz Zanelato e a rodovia Adílio de Abreu. As obras contarão com valores da prefeitura como contrapartida.

"Os municípios, especialmente os menores, teriam barreiras difíceis de serem vencidas para realizar os investimentos necessários, por isso, esta gestão não abre mão das parcerias com as prefeituras. Para que os projetos saiam das gavetas e se transformem em obras onde as pessoas vivem, educam os filhos e  empreendem", frisa Carlos Moisés. O governador cita que, desde o início da atual gestão, já são mais de R$ 5 bi em transferências, emendas e convênios para obras nos municípios. Com o Plano 1000, o maior programa municipalista da história do Estado, serão R$ 7,3 bilhões em recursos para estruturar o desenvolvimento das cidades catarinenses.

:: Mais fotos no álbum 

O prefeito Junior Abreu destaca a importância do Plano 1000 na execução das obras em  Garopaba. "Nós estamos muito felizes. Hoje, quatro comunidades do município ganham mais qualidade de vida e oportunidade. São pavimentações que há anos são sonhadas pela nossa população e, agora, podemos finalmente realizá-las. O turismo cultural, a família, o estudante, o empreendedor local e todos os trabalhadores são beneficiados diretamente. Agradecemos ao Governo de Santa Catarina, que com o Plano 1000 nos dá essa possibilidade de transformar a cidade e torná-la ainda mais linda", ressalta.

Nova ponte do Siriú: obra mexe com as lembranças e expectativas de morador nativo

Na parede do espaço construído para confraternizar com a família, ao lado de uma das cabeceiras da ponte sobre o Rio Siriú, o morador nativo de Garopaba, Lenoar Genuíno Abreu, guarda um quadro com a primeira construção em concreto da ponte, em substituição à estrutura que era de madeira. Foi na década de 1970, durante a gestão do tio dele na prefeitura.

Antes disso, Lenoar lembra que para acessar o Centro, o meio para cruzar o rio Siriú era a canoa de madeira que também está guardada na propriedade. Depois de décadas, ele está prestes a acompanhar outra fase importante para o desenvolvimento da região onde mora desde criança. A expectativa para o futuro é de mais qualidade de vida, segurança e agilidade com a nova ponte. "Vai ser excelente para o nosso turismo. No verão aqui tem fila dos dois lados e a ponte de mão dupla vai desafogar o trânsito, sem contar o desenvolvimento e a valorização da região", expressa o morador.

A ponte dá acesso aos bairro Siriú, Costa do Macacu, Gamboa e as respectivas praias, e também é uma via direta ao município de Paulo Lopes, bem como a saída para a BR-101, por isso o local absorve grande tráfego de veículos, principalmente na temporada de verão.

A nova ponte

De acordo com o engenheiro civil e diretor de obras públicas de Garopaba, João Manoel do Nascimento, a nova ponte terá 50 metros de extensão, pista dupla e contará com espaços de múltiplo uso para pedestres e ciclistas. "A estrutura antiga não será demolida, mas passará a ser utilizada para outra função, como a pesca", aponta.

Segundo ele, a obra é uma necessidade para aquela região. Por conta das pavimentações no entorno, o local passou a ser um dos principais acessos ao município. Pelo trecho, a ligação com Florianópolis, por exemplo, reduz cerca de 20 quilômetros. "A ponte que está lá não comporta a realidade atual de tráfego. É um veículo por vez, sendo que o movimento aumentou de maneira expressiva", observa. O engenheiro acrescenta que a estrutura já começa a apresentar rachaduras e o enferrujamento de armaduras por causa da salinidade do mar. Desde 2013, o município aguardava recursos para executar o projeto.

:: Investimentos autorizados pelo governador em Garopaba

  • Assinatura da Ordem de Serviço para a obra de construção da Ponte do Siriú, no bairro Siriú, onde serão investidos ao todo R$ 4.507.281,30, sendo R$ 4.090.107,67 por meio de recursos de Transferência Especial, e R$ 417.173,63 como contrapartida do município de Garopaba.
  • Assinatura da Ordem de Serviço para execução das obras de drenagem e pavimentação asfáltica da Rua Nicolau Manoel de Abreu. Serão investidos R$ 2.372.413,12 sendo, R$ 1.700.000,00 por meio de recursos do Plano 1000 do Governo do Estado, e R$ 672.413,12 como contrapartida do município de Garopaba.
  • Assinatura da Ordem de Serviço para execução das obras de drenagem e pavimentação asfáltica da Estrada Geral Campos da Limpa e Rua João Venâncio. Serão investidos R$ 3.634.827,63 sendo, R$3.300.000,00 por meio de recursos do Plano 1000 do Governo do Estado, e R$ 334.827,63 como contrapartida do município de Garopaba.
  • Assinatura da Ordem de Serviço para execução das obras de drenagem e pavimentação asfáltica da Rua Luiz Zanelato. Serão investidos R$ 3.860.991,85, sendo, R$ 2.000.000,00 por meio de recursos do Plano 1000 do Governo do Estado, e R$ 1.860.991,85 como contrapartida do município de Garopaba.
  • Assinatura da Ordem de Serviço para execução das obras de drenagem e pavimentação asfáltica da Rua Adílio de Abreu (foto). Serão investidos R$ 3.326.330,36 sendo, R$ 1.300.000,00 por meio de recursos do Plano 1000 do Governo do Estado, e R$ 2.026.330,36 como contrapartida do município de Garopaba.

R$ 20 milhões em obras em andamento

As obras autorizadas nesta segunda-feira, 18, e as que já estão em andamento em Garopaba contam com a parceria do Governo do Estado num montante que ultrapassa os R$ 20 milhões. Os investimentos  em diferentes setores vão melhorar a qualidade dos serviços do Estado e a vida da comunidade.

Confira:

Construção do Complexo Escolar da Encantada

A construção do Complexo Escolar da Encantada beneficia mais de 700 famílias, que há anos reivindicam por mais segurança para centenas de crianças, visto que a atual estrutura da creche e da escola estão localizadas às margens de uma rodovia com intenso tráfego de veículos. O investimento estadual na educação pública de Garopaba proporciona um novo espaço mais amplo e seguro. São novas salas de aula, de professores, banheiros, refeitório, estacionamento, área de serviços e quadra poliesportiva coberta.

Aplicação de Concreto Asfáltico em ruas do Centro

O asfaltamento das ruas do Centro de Garopaba proporciona a evolução urbana, conforto e segurança para todos que trafegam pelas vias, e muda a dinâmica da cidade, garantindo mais desenvolvimento, além de valorizar os empreendimentos localizados nas ruas.

Convênios firmados com o Fundo Estadual de Saúde

Depois de anos parada, a construção do Garopaba Pronto Atendimento foi retomada com o apoio do Governo do Estado. A estrutura deve ficar pronta no segundo semestre deste ano.

Transferências Especiais

Pavimentação das ruas do Galeão, que facilita o acesso aos moradores da comunidade. Construção de uma fábrica de gelo e aquisição de equipamentos agrícolas, através do SC Mais Pesca, recursos que melhoram diretamente o trabalho e a vida do pescador e do agricultor em Garopaba.

Presenças

Acompanharam os atos de governo em Garopaba, o deputado estadual Sérgio Motta; a suplente de deputado, Dirce Heiderscheidt; o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira; o secretário-geral de Governo, Márcio Ferreira; o chefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli; o presidente da Fesporte, Kevin Soares; prefeitos, autoridades da região e comunidade.