Ceni diz que 1º turno do São Paulo foi abaixo e cobra reação: “Temos que acordar”

Rogério Ceni em São Paulo x América-MG — Foto: Marcos Ribolli
ge — São Paulo

Com apenas 26 pontos e na décima posição, Tricolor vem de quatro empates seguidos na competição; técnico pede para time não se acomodar após vitória pela Copa do Brasil

Depois de vencer o América-MG por 1 a 0, nesta quinta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o São Paulo volta seu foco para a abertura do returno do Campeonato Brasileiro.

Em décimo lugar após o primeiro turno, com 26 pontos em 19 jogos, o Tricolor vem de uma sequência de quatro empates na competição. Com a decisão na Copa do Brasil só em três semanas, dia 18 de agosto, o técnico Rogério Ceni pediu atenção aos pontos corridos.

– Eu falei ao final do jogo que temos que lembrar que o Brasileiro é traiçoeiro e a Copa do Brasil só vai ser definida daqui três semanas. (...) Mas no Brasileiro não dá para se acomodar. Temos que nos cobrar por resultado no domingo, precisamos somar pontos. Não podemos dormir achando que ganhamos hoje e está tudo bem.

– Temos que acordar para o Campeonato Brasileiro, porque 26 pontos em um turno é muito pouco. Menos de 30 pontos é muito difícil sonhar com vaga na Libertadores – alertou Ceni.

São Paulo praticamente estacionou na tabela após quatro empates seguidos na reta final do primeiro turno, que fizeram Ceni e sua comissão técnica reverem objetivos para as próximas semanas.

Se antes Copa do Brasil e Sul-Americana seriam prioridades, tanto pela premiação quanto pela vaga na Libertadores aos campeões, o Brasileiro volta a ser preocupação.

São 11 empates em 19 jogos nos pontos corridos. Se quiser buscar uma vaga na fase de grupos Libertadores via Brasileirão, ficando até a quarta posição, o aproveitamento precisará ser de um campeão.

Nos últimos cinco anos, a pontuação média do quarto colocado foi de 63 pontos – só no ano passado o quarto colocado terminou com menos de 60 pontos, o Fortaleza, que fez 58. Nesse período, a pontuação mais alta foi a de São Paulo (2020) e Grêmio (2018), 66 pontos.

Para chegar aos 63 pontos, o São Paulo terá que marcar 37 nas 19 rodadas que restam – o Palmeiras hoje lidera o Brasileiro com 39 pontos.

São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 16h, para enfrentar o Athletico-PR, fora de casa, pela abertura do returno.