Com só um ponto conquistado dos últimos seis, Fluminense volta ao Rio pressionado para jogo com Avaí

Nathan e Matheus Martins durante o desembarque do Fluminense — Foto: Thiago Lima
ge  Rio de Janeiro, RJ

Após empate com América-MG em Belo Horizonte, Flu tentará se recuperar no Brasileiro em casa

Após o decepcionante empate por 0 a 0 com o América-MG na noite de quarta-feira, jogando 91 minutos com um jogador a mais no Independência, em Belo Horizonte, o Fluminense voltou ao Rio de Janeiro na tarde desta quinta pressionado pela sequência de maus resultados. Nos últimos cinco jogos, o Tricolor só venceu um – contra o Atlético-MG no Maracanã. E nos últimos seis pontos disputados, o time de Fernando Diniz conquistou apenas um.

Não houve a presença de torcedores no desembarque no Santos Dumont para protestar, mas os jogadores sabem que o momento é delicado e tentam blindar a pressão para buscar uma recuperação imediata no Campeonato Brasileiro contra o Avaí. O Fluminense recebe a equipe catarinense no próximo domingo, às 19h (horário de Brasília) no Maracanã, e só a vitória interessa ao Tricolor:

– A gente que joga em time grande tem que estar acostumado com pressão 24 horas por dia. Sabemos que é assim, independentemente do momento e da situação que o time está passando. Estamos acostumados com isso, não pode deixar essa pressão entrar dentro de campo. Fica só para a parte de fora, para conseguirmos fazer uma boa atuação. O foco são os três pontos no domingo para a gente fazer essa recuperação no campeonato – afirmou Nonato no desembarque.

Os jogadores terão o restante do dia para descansar e se reapresentam na manhã desta sexta no CT Carlos Castilho. O técnico Fernando Diniz terá dois treinos para preparar a equipe para enfrentar um adversário recuado e buscar alternativas para furar retrancas. Com o empate com o América-MG, o Fluminense caiu mais duas posições na tabela do Brasileirão e agora aparece em 10º lugar com 15 pontos, podendo perder mais colocações no complemento da rodada nesta quinta-feira.