Dorival Júnior deixa Ceará a caminho do Flamengo

Dorival Júnior durante treino do Flamengo em 2018 — Foto: Gilvan Souza / Flamengo
Fonte: ge - Fortaleza, CE

Na equipe rubro-negra, treinador substituirá Paulo Sousa, cuja demissão ainda não foi anunciada

O técnico Dorival Júnior está de saída do Ceará para o Flamengo. Dorival assinará contrato até dezembro deste ano com o Rubro-Negro e assumirá o posto de Paulo Sousa, cuja demissão ainda não foi anunciada.

Dorival Júnior deixa o Ceará após dois meses e meio — Foto: Felipe Santos/Ceará

Dorival Júnior deixa o Ceará após dois meses e meio — Foto: Felipe Santos/Ceará

Dorival Júnior chegou ao Ceará após a saída do Tiago Nunes, no dia 28 de março deste ano, e deu nova cara ao time. Começou a usar três volantes, recuperou jogadores que estavam em fase ruim, como o atacante Cléber, e comandou a equipe na ótima campanha na Copa Sul-Americana.

O Ceará foi o único clube que venceu os seis jogos da fase de grupos do torneio. Em 73 dias sob o comando do treinador, o Vozão venceu 11 jogos, empatou quatro e perdeu três.

A saída de Dorival, que ganhou o carinho da torcida do Ceará, é um duro golpe para a equipe, que vem em ascensão na Série A - chegou a ocupar o Z-4 e atualmente está no 12º lugar, com 13 pontos, um a mais que o Flamengo.

Terceira passagem pelo Flamengo

Dorival Júnior comandará o Flamengo pela terceira vez. Na primeira passagem, chegou ao clube em julho de 2012. Naquele ano, a equipe terminou o Brasileirão em 11º lugar. O treinador foi mantido para o ano seguinte, mas acabou demitido em março de 2013 porque não aceitou reduzir seus salários em 50%, como desejava a diretoria rubro-negra. Foram 15 vitórias, 11 empates e 10 derrotas do time nesse período.

Em setembro de 2018, Dorival Júnior voltou ao Flamengo para comandar a equipe na reta final do Brasileirão. Em 12 jogos, foram sete vitórias, três empates e duas derrotas. A campanha levou o time ao vice-campeonato nacional. Um dos casos mais emblemáticos do treinador naquele ano foi o desentendimento com Diego Alves, que se recusou a viajar a Curitiba e foi afastado.

Apesar da boa campanha, Dorival não ficou em 2019. Recém-eleito para presidir o clube, Rodolfo Landim acertou a contratação de Abel Braga. No fim de 2019, Dorival fez um acordo com o Flamengo para receber cerca de R$ 13 milhões a que tinha direito.