Estudo aponta Colegiado Superior de SC como modelo ideal de Segurança Pública

Fotos Ascom/CSSPPO

Tão logo foi criado pelo governador Carlos Moisés, em 2019, o Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina virou o tema central da tese de doutorado da professora Fernanda Kempner, que desde então desenvolveu sua pesquisa científica na área de governança pública.

A pesquisadora acompanhou o processo de institucionalização do projeto pioneiro catarinense e garante que nele, "teoria e prática comprovaram ser esse o modelo que mais fortalece a segurança pública e proporciona os melhores resultados para a sociedade”.

Depois de três anos participando assiduamente dos encontros semanais das segundas-feiras, contribuindo inúmeras vezes com o embasamento teórico do modelo, nesta segunda-feira, 18, a pesquisadora Fernanda Kempner anunciou sua despedida. “Foi uma parceria de coprodução que apoiou a estruturação do Colegiado e consolidou o modelo para a segurança pública do Brasil”, afirmou a professora que agora aguarda a data de defesa da sua tese, marcada para o dia 20 de julho.

Uma prévia do resultado final foi apresentada aos membros do Colegiado durante a reunião. A tese de doutorado intitulada “Governança Multinível: um framework para a Governança da Segurança Pública Brasileira à luz do paradigma das redes organizacionais”, orientada pela professora Dra. Patricia de Sá Freire, faz parte dos estudos do Laboratório ENGIN - Engenharia da Integração e Governança do Conhecimento, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (EGC/UFSC).

“O framework Governança Multinível para a Segurança Pública (MultiGov_SP) é o resultado da pesquisa sobre o modelo de governança multinível recomendado pelo TCU e OCDE para o Brasil. Certamente o modelo de Santa Catarina (MultiGov_SP) deve ser recomendado para a Segurança Pública brasileira”, destaca Fernanda.

O presidente do Colegiado Superior, perito-geral Giovani Eduardo Adriano, agradeceu e parabenizou a professora Fernanda Kempner pelo excelente trabalho apresentado durante a reunião, destacando que os números da Segurança Pública comprovam a pesquisa científica. “O sistema de gestão criado em 2019, pelo governador Carlos Moisés, não só promoveu de forma inédita o fortalecimento e a integração das instituições de segurança, gerando eficiência e resultado, como vem contribuindo para a redução permanente dos índices de violência no estado”, reconhece.

A defesa da tese será transmitida pelo YouTube no dia 20 de julho de 2022, às 14h30,  e pode ser acompanhado neste link.