Garopaba promove discussão sobre a implementação da Tarifa Zero no transporte coletivo

Por iniciativa do vereador Jean Ricardo (PSB), ocorreu nesta quarta-feira (20), na Câmara Municipal de Garopaba, uma reunião aberta à comunidade para iniciar a discussão visando implementar a Tarifa Zero, alternativa para o transporte coletivo defendida pelo vereador.

Participaram do encontro vereadores da cidade, o prefeito Júnior Abreu (PP), o Secretário de Administração, Henrique Castro de Souza, além dos convidados Afrânio Boppré (PSOL), vereador de Florianópolis e a Secretária Municipal Christianara Folkuenig, do município de
Paranaguá (PR), que já implementou a iniciativa. No evento, houve também grande participação de sociedade, incluindo lideranças comunitárias, sociais e partidárias.

Iniciando sua exposição, o parlamentar da capital Afrânio Boppré (PSOL), entusiasta da Tarifa Zero, defendeu que “Garopaba pode quebrar paradigmas e ser a primeira cidade catarinense a adotar o modelo”. Já a representante de Paranaguá parabenizou Garopaba pela coragem de iniciar esta discussão e reforçou a importância social. “O transporte coletivo é um direito que garante acesso aos demais direitos sociais, como educação, saúde e até para buscar uma vaga de emprego”, afirmou a Secretária.

Em Paranaguá, desde a implementação da Tarifa Zero, há um mês, houve um aumento de 80% no número de passageiros fixos no transporte coletivo, com impacto direto no comércio local. Aos sábados, de acordo com os dados da prefeitura, houve um aumento em 40% das vendas no comércio e 30% aos domingos, após a circulação de ônibus com gratuidade nas passagens.

O prefeito de Garopaba, Junior Abreu (PP), saudou a discussão trazida para a cidade pelo vereador Jean Ricardo (PSB) e se mostrou aberto a iniciar os estudos necessários visando a implementação. Também representando o Poder Executivo, o Secretário de Administração, Henrique Castro de Souza, falou sobre o tema. “Nós estamos fazendo a avaliação para que a gente possa ter uma possibilidade rentável de ter em Garopaba o primeiro Tarifa Zero de Santa Catarina”, assegurou o Secretário.