Piloto de lancha naufragada é indiciado por homicídio culposo em Laguna

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Laguna, concluiu inquérito policial que investigava o naufrágio de uma lancha ocorrido no canal da barra, no dia 14 de janeiro de 2022.

Conforme apurado, na tarde daquele dia, um homem de 34 anos, natural de Tubarão, conduzia sua lancha pelo canal de acesso ao porto da cidade com mais seis ocupantes na embarcação. Em certo momento, apesar das condições náuticas e meteorológicas adversas, o condutor optou por sair com a embarcação ao mar aberto.

Durante a saída do canal, ele adotou uma manobra equivocada com a lancha e foi surpreendido por uma série de ondas, as quais atingiram a embarcação e ocasionaram seu naufrágio.

O condutor e mais três dos ocupantes foram resgatados com vida. Outros dois ocupantes, um de 29 anos e outro de 46 anos, foram a óbito ainda no local do acidente. Um terceiro indivíduo de 26 anos desapareceu e seu corpo foi encontrado apenas no dia 03 de fevereiro do corrente ano, no litoral do extremo sul do estado.

A investigação indicou que o condutor da lancha agiu de maneira imprudente e causou o homicídio culposo de três amigos.

Assim, ao final do inquérito policial, o homem foi indiciado pela prática de homicídios culposos em concurso formal.

O procedimento policial foi encaminhado ao Poder Judiciário e aguarda manifestação do Ministério Público.