Polícia Federal nega que corpos de jornalista e indigenista tenham sido encontrados

Bruno Pereira e Dom Phillips e desapareceram em 5 de junho, na região do Vale do Javari - Foto: Arquivo Pessoal

A esposa do britânico afirmou ao jornalista André Trigueiro que as equipes de buscas localizaram os dois profissionais desaparecidos

Nesta segunda-feira, 13, a Polícia Federal (PF) negou que corpos tenham sido encontrados na região do desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês, Dom Phillips. A esposa do jornalista, Dom Phillips, informou esta manhã, que o corpo dele e do indigenista Bruno Pereira teriam sido encontrados. Alessandra Sampaio revelou a informação ao jornalista André Trigueiro do G1.

Diferente da versão comunicada pelo jornalista, a instituição ressaltou que nenhum corpo foi encontrado.

Veja a íntegra do comunicado de imprensa enviado pela PF:

“O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/AM, informa que não procedem as informações que estão sendo divulgadas a respeito de terem sido encontrados os corpos do Sr. Bruno Pereira e do Sr. Dom Phillips. Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados. ”

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) também negou que corpos tenham sido encontrados.