Praia da Ferrugem está bombando surf e gente bonita neste feriadão

Praia da Ferrugem na quinta-feira (Foto: Daniel Smorigo / World Surf League)

A primeira etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe, que vale pontos para o World Surf League (WSL) Qualifying Series no país, está acontecendo até domingo, 24, na Praia da Ferrugem, em Garopaba, no litoral sul de Santa Catarina. O evento é realizado pela WSL com o patrocínio do Banco do Brasil e do BB Asset Management. Depois, segue para Salvador (Praia de Stella Maris – de 12 a 15 de maio) e Ubatuba (Praia de Itamambuca – de 25 a 28 de agosto). Um dos maiores destaques da competição é a igualdade na premiação para atletas homens e mulheres.

Prêmios com valores iguais para os surfistas, independentemente de gêneros, é uma bandeira que a World Surf League aplica em todas as competições que promove no mundo desde 2019, da elite mundial até as categorias de base. A WSL foi a primeira liga esportiva dos Estados Unidos (e uma das primeiras no mundo inteiro) a oferecer premiação igual para homens e mulheres. E a igualdade não é somente na premiação. Desde então, a Liga iniciou uma série de mudanças, incluindo ter as mulheres também competindo nas mesmas etapas do surfe masculino, em locais melhorados, com as mesmas condições e um aumento no investimento e no apoio ao surfe feminino.

“O oceano realmente é o lugar mais democrático no meio esportivo, onde independentemente do gênero, religião, raça ou estado financeiro, todos têm a mesma chance de se divertir, viver o lifestyle saudável do surfe e ter uma variedade de oportunidades de carreira no esporte”, afirma Ivan Martinho, CEO da WSL Latin America. “Por isso, não vemos sentido em haver diferenças nos valores das premiações de todos os nossos atletas”, ressalta. As premiações são as mesmas para homens e mulheres no Circuito Banco do Brasil de Surfe e em todas as competições que a WSL realiza no mundo inteiro.

Atrações na Praia da Ferrugem – Além de incentivar as categorias de base e fomentar campeões, o Circuito Banco do Brasil de Surfe tem várias atrações para o público e ações para uma vida mais sustentável: aulas de surfe com monitores especializados para diferentes níveis; empréstimo de pranchas com monitoria e até reparos rápidos de pranchas para atletas e moradores locais, futevôlei, beach tennis, vôlei de praia, aulas funcionais e yoga. Paralelamente, há grande rigor e controle na utilização de plástico.

Foi organizada uma coleta seletiva e procedimentos especiais para a gestão de resíduos, ou seja, todos os resíduos serão separados e enviados para cooperativas locais de reciclagem. E, em parceria com o Gaia Village, projeto ambiental com foco em sustentabilidade de Garopaba, haverá o plantio de mudas de espécies vegetais nativas da região.

Assim como já começou com a primeira etapa, em Garopaba – e se repetirá nas etapas de Salvador e de Ubatuba – a competição entre surfistas tem transmissão ao vivo no WorldSurfLeague.com e também pelo Aplicativo e canal no YouTube da World Surf League. Esta primeira etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe é realizada com o apoio da Prefeitura Municipal de Garopaba e da Rede Atlântida.–


João Carvalho – WSL Latin America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

Gabriel Gontijo – WSL Latin America Communications – ggontijo@worldsurfleague.com


SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.