Prefeitura de Imaruí e Secretaria de Saúde inicia trabalho de conscientização ao combate do Aedes Aegypt.

Com o objetivo de conscientizar a população, a Prefeitura de Imaruí, através da Secretaria de Saúde, iniciou um trabalho em etapas de conscientização e combate ao mosquito Aedes Aegypt. Nesta primeira etapa, foi realizado uma reunião com todos os Agentes de Combate à Endemias e Vigilância Sanitária, para esclarecer informações importantes e destacar a união de forças nas ações de prevenção contra a dengue. As próximas etapas serão intensificar a prevenção nas Unidades básicas de Saúde, realizar palestras nas escolas da Rede Municipal e Estadual de ensino, e realizar entrevistas nas rádios para que toda a população fique por dentro das informações necessárias.

A secretária Madalena Nunes agradeceu o empenho dos profissionais envolvidos na ação e destacou a importância de cada cidadão fazer sua parte com o objetivo de evitar a proliferação do mosquito.

O Prefeito Patrick Corrêa também expressou satisfação com esse trabalho. “Parabéns aos nossos profissionais. Queremos que a população faça a sua parte, seja na sua casa ou no local de trabalho, mantendo os ambientes limpos. É preciso lembrar que a Dengue fez vítimas em nosso Estado e precisamos mostrar quais são os perigos que essas doenças podem causar”, finalizou.

O Aedes Aegypti é o mosquito transmissor da dengue e da febre amarela urbana. Para controlar a proliferação do mosquito é preciso evitar água parada, em qualquer época do ano, mantendo bem tampado tonéis, caixas e barris de água, caixas d’agua; acondicionar pneus em locais cobertos; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana e fazer sempre a manutenção de piscinas. Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeiras.