Programa Recomeça SC auxiliará munícipios em estado de calamidade

O Governo de Santa Catarina ampliou o programa Recomeça SC. Disponibilizando créditos com juros remuneratórios subsidiados pelo Governo do Estado com facilitando a reconstrução de empreendimentos produtivos que foram afetados por desastres naturais, o programa busca auxiliar empreendimentos, e agora municípios, na recuperação econômica após momentos conturbados.

A Medida Provisória (MP) 254/2022, publicada na terça-feira, 18, pretende disponibilizar recursos aos municípios em situação de emergência, após catástrofes climáticas, confirmados pela Defesa Civil. Os recursos permitem a recomposição de estoques, reforma de estruturas, aquisição de máquinas e equipamentos, além de assegurar capital de giro para comércio, indústria e prestadores de serviços.

“Firmamos este compromisso com os gestores municipais de levar auxílio em um momento difícil aos catarinenses atingidos. A medida garante agilidade no trabalho de reconstrução para minimizar os efeitos negativos econômicos e sociais nas regiões mais prejudicadas. Nossa missão é preservar vidas, mas também cuidar do emprego e da renda", destaca o governador Carlos Moisés.

Após uma pandemia, tempo de estiagem e, nas últimas semanas, os problemas enfrentados pelos municípios atingidos pelas chuvas intensas, o estado se encontra em um momento de recuperação econômica. A ampliação do programa se torna necessária para garantir a recuperação de empresas e municípios em estado de calamidade.

O programa, operacionalizado pela Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) viabiliza operações entre R $30 mil e R $200 mil, com 12 meses de carência e 36 meses para pagamento. Empréstimos até R $100 mil para micro e pequenas empresas poderão utilizar garantia do Fundo de Aval do Estado de Santa Catarina (FAE/SC).