Safra da Tainha: pescadores recebem incentivo da prefeitura de Garopaba

Safra da Tainha 2022 l Garopaba (2)

São ações que ocorrem ao longo da temporada da pesca, e que ajudam a preservar o patrimônio garopabense.

A Pesca Artesanal da Tainha teve início há dez dias e, desde então, o vigia está a postos e os ranchos, à beira do litoral garopabense, movimentados. Para valorizar o patrimônio material e imaterial do município, o Governo de Garopaba organiza ações que ajudam o pescador durante os meses da safra. "Estamos criando condições para a manutenção dessa atividade tradicional tão importante na nossa cidade. São formas de o Executivo se falar presente, na defesa do pescador e do patrimônio garopabense", reforça o prefeito Junior Abreu.

A distribuição de cestas básicas está entre as atividades de contribuição social, e que já foi realizada no último ano. "A continuidade dessa ação é importante para manter os pescadores com segurança alimentar, já que eles passam o dia todo dentro dos ranchos. Estamos dando conforme a vulnerabilidade social de cada um. Isso também é uma forma de incentivá-los em um ofício tão especial no município", ressalta o secretário de Agricultura e Pesca, André Cascaes, que está diretamente ligado ao planejamento de incentivo ao pescador.

Outro auxílio municipal é com relação ao transporte das redes, da embarcação, do carroção e outros equipamentos pesqueiros, bem como o uso da retroescavadeira para puxar os barcos, amparadas na Lei Municipal 2.396/2022. Também estão sendo distribuídas camisetas pelas secretarias de Educação e Cultura e Agricultura e Pesca. "Todos se alegram quando chegamos nos ranchos e fizemos a entrega. São pessoas muito simples e cheias de vigor", revela a Gerente de Políticas e Programas Culturais, Renata Gonçalves. A temporada da Pesca Artesanal da Tainha acontece de 1º de maio a 31 de julho

Embarcação motorizada 

A partir deste domingo, 15, é a vez dos pescadores que usam rede de emalhe costeira de superfície, com embarcações motorizadas. Só aquelas que com até dez toneladas de carga, sem convés, fora do limite de uma milha da costa que estão autorizadas.  Para essa modalidade de pesca, o Governo de Garopaba vai contribuir com até 300 litros de óleo durante a temporada. "Basta a embarcação possuir a licença ambiental de pesca e estar em dia com as suas documentações", explica o vice-prefeito Guto Chaves.

Texto: Assessoria/PMG