Três homens são condenados por homicídio na Praia da Vila

Após desentendimento por conta de bebida alcoólica, três homens em situação de rua mataram um colega. Um dos acusados recebeu pena de 24 anos de prisão e os outros dois penas de 21 anos e 4 meses de reclusão

Três homens acusados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) por um homicídio ocorrido na Praia da Vila, em Imbituba, foram condenados em sessão do Tribunal do Júri realizada nesta quarta-feira (16/3). J. Y. D. B. foi condenado a 24 anos de prisão, enquanto E.A. S. e D. I. G. receberam penas individuais de 21 anos e quatro meses de reclusão, todos em regime inicial fechado.

A ação penal ajuizada pela 2ª promotoria de Justiça da Comarca de Imbituba relata o crime que ocorreu no dia 10 de maio de 2021, na Rua Manoel Antônio de Souza, na Praia da Vila, nas proximidades do posto do Corpo de Bombeiros.
Naquele dia, os criminosos e a vítima, todos em situação de rua, encontravam-se no local, onde inclusive prepararam almoço. Após terem se desentendido por conta de bebida alcoólica, os três passaram a golpear Pedro Lucas Rosa Vargas com faca e garfo, causando-lhe treze ferimentos no tronco e nos braços.
Após a vítima já ter levado golpes de faca e garfo e estar caída ao chão, os denunciados tomaram banho de mar e, no retorno, arrastaram-na até uma vala em um matagal, onde degolaram e mataram o colega.
Conforme sustentado pela Promotora de Justiça Gabriela Arenhart no julgamento, os réus foram condenados por homicídio qualificado pelo motivo fútil, pela impossibilidade de defesa da vítima e pelo uso de meio cruel.

Presos preventivamente desde o crime, os réus não terão direito de apelar da sentença em liberdade. A decisão é passível de recurso. (Ação penal n. 5002141-36.2021.8.24.0030)