Varíola dos macacos: Descartados casos suspeitos em Santa Catarina

magem: REUTERS/Dado Ruvic

Os casos suspeitos eram de Blumenau e Dionísio Cerqueira

Na manhã desta segunda-feira, 13, foram descartados dois casos suspeitos de Monkeypox (varíola dos macacos) envolvendo residentes de Santa Catarina. Tratava-se de uma mulher, de 27 anos, moradora de Dionísio Cerqueira e um homem, de 28 anos, residente em Blumenau. Os casos tiveram amostras coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen/SC) para realização de exames para diagnóstico diferencial, e encaminhamento ao laboratório de referência para o diagnóstico da doença, o Instituto Adolfo Lutz/SP (IAL – SP).  No IAL – SP, identificou-se em ambos os casos a presença do vírus causador da varicela (catapora), descartando-se assim a suspeita inicial para Monkeypox.

Diante do caso suspeito, foram adotadas imediatamente todas medidas de vigilância, prevenção e controle por parte das Secretarias Municipais de Saúde de Dionísio Cerqueira e Blumenau, acompanhadas pelas respectivas Gerências Regionais de Saúde e pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS Estadual/SC), seguindo todos os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Com o descarte, no momento nenhum caso suspeito de Monkeypox segue em acompanhamento em Santa Catarina.